Domingo, 25 de Março de 2007

Zézinho e...

O Zézinho estava sempre a chatear os pais porque queria saber como é que tinha nascido. Os pais para o correrem, respondiam-lhe sempre:
- Olha, estás a ver aquele buraquinho no tecto? Foi por ali que tu nasceste.
Um dia, numa chuvada torrencial, começou a chover dentro de casa através do buraco no tecto. Como o tecto era muito alto, o homem meteu a mulher às cavalitas, para ela meter betume no buraco. Entretanto toca o telefone e dizem:
- Olha, eu queria falar com a tua mãe.
- A minha mãe agora não pode, está em cima do meu pai a tapar o buraco por onde eu nasci.
Homem de cor...
Depois de ser chamado de homem de côr, o negro diz:
- Ó irmão branco... Quando eu nasci, eu era negro, depois eu cresci, e continuei negro. Quando eu pego sol, eu sou negro, quando sinto frio, eu permaneço negro, quando eu tenho medo, eu sou negro, quando adoeço, continuo negro. E no dia em que eu morrer, ainda serei negro.
O branco escutou calado, e ele continuou:
- Enquanto você, homem branco...Quando nasce, você é rosa. Depois cresce e você fica branco. Quando você apanha sol, fica vermelho. Quando sente frio, fica azul; quando sente medo, fica verde. Quando adoece, fica amarelo e quando morrer, vai ficar cinza. E depois, eu é que sou homem de côr?!
(Mail enviado por NUGUI);
publicado por hdp hdp às 23:11
link do post | comentar | favorito
|

.HPETER

.pesquisar

 

.posts recentes

. AS COISAS MUDAM

. "PSIQUICES"

. ELAS SABEM...

. ESPECIALISTAS

. DESPORTOS

. CHAMAR O GERENTE?

. SABER VENDER...HEM?

. EMBRIAGADO...NEM POR ISSO

. EDUCAÇÃO SEXUAL

. NA ESCOLA

.arquivos

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.links

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds